Header Ads

Prefeitura e Câmara Municipal discutem solução para acidentes no viaduto de Mamanguape

A Assessoria Jurídica da Câmara e um engenheiro de tráfego contratado pela Prefeitura de Mamanguape participaram das discussões

Reunião sobre acidentes em Mamanguape (Foto: Codecom)
Guarabira (PB) - Representantes da Prefeitura e da Câmara Municipal se reuniram, na manhã desta terça-feira, 17, e discutiram a possibilidade de ser resolver problemas relacionados aos acidentes de trânsito no viaduto de Mamanguape. A prefeita Eunice Pessoa vem tentando solucionar a questão, sobretudo por que diz a mobilidade urbana da cidade e a integridade física dos mamanguapense.

A reunião foi realizada no Auditório da Câmara Municipal, ocasião em que se fizeram presentes os vereadores Júnior da Padaria, Diego Toscano, Neto da Saúde, Graça Ribeiro, Rany Veríssimo, Irmão Mica, Barra, Irmão Lenilton, Guilherminho, Neto Belino, Antônio Carlos e Maria da Saúde. Da parte da Prefeitura, participaram os secretários Alex Figueiredo (Habitação e Defesa Civil), Michelli Cristina (Sedurb) e Fátima Laurindo da Superintendência de Trânsito.

Durante o encontro, foi informado que a prefeita Eunice Pessoa contratou um engenheiro de tráfego e o profissional iniciou, na última segunda-feira (16), uma contagem de fluxos de veículos e perdestes na localidade. A Câmara de Vereadores, por exemplo, apresentou perdidos de informações para vários órgãos. A Secretaria de Saúde, por meio da Central de Estatísticas e SAMU, informou que o percentual de causa das mortes aumentou, especificamente nas imediações do viaduto.

Na reunião foi informado que em busca ao DNIT, não tem nenhum projeto para obras de mudança no local, de acordo com o pedido de informações feito pela Prefeitura de Mamanguape, em janeiro de 2021. A Assessoria Jurídica da Câmara e um engenheiro de tráfego contratado pela Prefeitura de Mamanguape participaram das discussões.

Após as informações coletadas, estudo de fluxo concluído, será apresentado numa audiência pública o projeto de viabilidade e o pedido de autorização e busca de recursos junto ao DNIT, governo da Paraíba e governo federal, objetivando evitar que vidas sejam perdidas.

Da Redação/Fato a Fato
Publicada em 17.08.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.