Header Ads

“Ditadura nunca mais”: presidente do MDB na PB, Veneziano faz campanha em defesa da democracia

Veneziano criticou a postura do presidente da Câmara, Arthur Lira, que vem minimizando as ameaças de golpe promovidas pelo presidente da República

Banner divulgado por Veneziano (Foto: Assessoria)
Campina Grande (PB) - O senador paraibano Veneziano Vital do Rêgo, Vice-presidente do Senado Federal, apresentou nesta quarta-feira (01) ao presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi, a campanha em defesa da democracia que está sendo feita pelo Diretório Estadual do MDB da Paraíba. O parlamentar também publicou em seu Instagram imagens dos posts para internet e dos outdoors, com um áudio de Ulysses Guimarães, grande líder emedebista e um dos principais opositores da Ditadura Militar.

A campanha amanheceu nas ruas da Paraíba, em diversos outdoors espalhados em cidades que vão de João Pessoa a Cajazeiras, além de perfis do MDB e dos membros do partido. Veja as imagens em anexo.

– O nosso caminho sempre será pela DEMOCRACIA. “Traidor da constituição é traidor da Pátria. Temos ódio e nojo à ditadura!”. Ulysses Guimarães #MDBpb15 Filho de políticos perseguidos durante a ditadura do regime militar de 1964 a 1985,  Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) se diz preocupado com os lampejos autoritários revelados diuturnamente por Jair Bolsonaro. Por isso, tem se valido de sua posição à frente do Congresso para cobrar respostas mais firmes de parlamentares em relação aos ataques feitos pelo presidente ao regime democrático.

“Nós precisamos mostrar a Bolsonaro que há muito mais gente contra do que a favor de uma ruptura institucional”, disse Veneziano em entrevista à revista ISTOÉ, no mês passado. Ele também afirmou que o presidente provoca crises políticas como “cortina de fumaça” para tirar o foco dos problemas do País que o governo é incapaz de resolver.

Na mesma entrevista, Veneziano criticou a postura do presidente da Câmara, Arthur Lira, que vem minimizando as ameaças de golpe promovidas pelo presidente da República. “Esse processo de banalização pode nos levar a um momento em que não seja mais possível reagir. É arriscado desconsiderar essas ameaças à democracia. São investidas que fragilizam as instituições”, afirmou o dirigente do Senado.

Veja o post do senador:

https://www.instagram.com/reel/CTSxuUsAjHc/?utm_source=ig_web_copy_link

Da Assessoria de Imprensa
Publicada por F@F em 03.09.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.