Header Ads

Raniery diz manter apoio a João mesmo com eventual rompimento de Veneziano

Deputado disse que gostaria de ver o governador filiado ao MDB

Deputado Raniery Paulino (Foto: Walla Santos)
João Pessoa (PB) - A relação do MDB com o governador João Azevêdo (Cidadania) anda estremecida desde o episódio da secretária de Estado, Ana Cláudia, esposa do senador Veneziano, em um evento do governo em Campina Grande.

Na ocasião, ela se retirou do local, onde era anunciado uma série de obras para a cidade, por suspostamente não ter sido convidada a sentar na mesa ao lado de João. O fato gerou mal-estar no gestor, que chegou a classificar a saída da secretária como “preocupante”.

Ao ser questionado pelo o que aconteceu, Veneziano não mediu palavras e disse que o ato do governador foi “deselegante, desatencioso e desrespeitoso” com a família Vital e toda Campina Grande.

Em contraposição, o deputado estadual Raniery Paulino, que integra a base do governo, mantém seu posicionamento em total apoio a João Azevêdo nas eleições de 2022. Procurado pelo ClickPB, o parlamentar afirmou que estará ao lado do gestor mesmo com eventual rompimento do senador. Os dois devem se encontrar em reunião do MDB marcada para a próxima sexta-feira (22).

“A minha tese que eu apresentarei ao partido é de apoio à reeleição do governador João Azevêdo. Essa aliança se formou na minha cidade Guarabira, onde o MDB lançou candidatura à prefeito e o Cidadania à vice. Então, primeiro houve esse gesto do governador em nos apoiar lá. Em virtude disso, estou retribuindo. Se João votasse em Guarabira, ele estaria vestido de vermelho e votando 15”, disse.

Além da parceria eleitoral, Raniery afirma que há um histórico de investimento em obras na cidade pelo Governo do Estado a partir de pedidos do MDB.

“Em Cachoeira dos Guedes, que é o maior distrito da cidade e que tem o maior polo ceramista da Paraíba, foi feita uma obra de pavimentação dando dignidade como também prestigiando o setor produtivo e, portanto, a escola estadual de lá, uma das maiores do estado com investimento de mais de R$ 5 milhões”, exemplificou.

Ao portal, o deputado também confirmou que gostaria de ver o governador compor os quadros da legenda e que um convite para filiação partidária vai depender de discussões com o partido dentro do contexto de alianças a nível nacional.

“Talvez o Cidadania esteja na base do governo Bolsonaro, o que João Azevêdo já declarou que quer estar distante. Então, em virtude dessas movimentações, o MDB seria um partido interessante para o governador”, afirmou.

Sobre Veneziano, o parlamentar ressaltou que mantém uma relação boa com o senador, apesar do distanciamento do ex-prefeito de Campina Grande ao Governo do Estado.

“Naturalmente, haverá circunstâncias que eu vou compreender se ele tiver outras razões. Uma lição de vida que eu aprendi com José Maranhão é compreender cada um a razão do outro. Mas, espero também que ele compreenda as minhas. Eu estou com o governador João Azevêdo. Ponto”, concluiu.

Do ClickPB
Publicada por F@F em 20.10.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.