Header Ads

Raoni vai criar Comissão de Relações Institucionais para diálogo e fortalecimento da advocacia

A Comissão de Relações Institucionais, segundo o candidato, será um canal constante de diálogo com instituições e advocacia

Raoni quer OAB dialogando com a sociedade (Foto: Assessoria)
João Pessoa (PB) - A falta de diálogo entre a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba (OAB-PB), e as demais instituições que compõem a justiça e os governos têm causado problemas para a advocacia, como desrespeito às prerrogativas e não estabelecimento de um piso salarial. O candidato de oposição pela Chapa Atitude OAB 10, Raoni Vita, defendeu, durante visita a escritórios de advocacia, a criação da Comissão de Relações Institucionais que terá a missão de promover o diálogo constante com as demais instituições.

"Multiplicam-se os casos de abuso de autoridade, descumprimento das prerrogativas de advogados e os danos atingem diretamente a sociedade quando os cidadãos são privados de seus direitos, quando o seu advogado tem suas atribuições cerceadas. Isso precisa mudar e vamos fazer isso já a partir da nossa primeira semana à frente a OAB na Paraíba" garantiu Raoni.

A Comissão de Relações Institucionais, segundo o candidato, será um canal constante de diálogo com instituições e advocacia. Irá fortalecer a administração da OAB-PB em todo o estado, ouvindo os advogados e advogadas e dialogando diretamente com representantes das forças de segurança, servidores públicos, promotores, magistrados e demais segmentos.

"Acredito verdadeiramente neste projeto de Raoni e em especial nesta Comissão que será formada e irá lutar para fortalecer nossa profissão, garantindo o acesso a todos os meios necessários para o pleno exercício profissional e conquista de direitos que nos são negados até hoje, como o piso salarial. Isso por falta de vontade de fazer dos que se mantém na diretoria da Ordem", afirmou a advogada Carmen Rachel Dantas Mayer.

Raoni vita reúne apoiadores de campanha (Foto: Assessoria)
O advogado Lucas Emmanuel Silveira Camêlo defendeu uma maior aproximação da Ordem com os advogados. “Presenciamos corriqueiramente as intransigências de um sistema que parece habituado a desrespeitar os advogados. Praticar essa profissão tem sido cada vez mais difícil e essa triste realidade nos segue quer estejamos no litoral ou sertão da Paraíba. Precisamos saber que podemos contar com uma OAB realmente empenhada em mudar isso, com atitude, ações, diálogos e que também se imponha quando necessário. Temos hoje a oportunidade de levar advogados que atuam para a presidência e comissões e faremos isso", contou.

O candidato Raoni afirmou que a advocacia aguarda há muito tempo o estabelecimento do piso salarial dos advogados e é um absurdo que isso não tenha sido levado diretamente ao Governador do Estado, a quem constitucionalmente cabe o papel da propositura, por falta de acesso da OAB-PB junto a ele. “Muitos entraves e ações políticas levantaram muro entre os advogados e o chefe do executivo estadual. O resultado sentimos na pele todos os dias, tanto a advocacia privada quanto os colegas que dedicam-se a carreira no serviço público e que se deparam com editais ofertando remunerações de R$ 1,2 mil, valor muito abaixo do que deveria ser", destacou Raoni.

Raoni visitou na quinta-feira (28), em João Pessoa, os escritórios Dantas Mayer Advocacia, Colaço Advogados Associados e LS Advocacia e dialogou com advogados e advogadas sobre as suas propostas para OAB.

Da Assessoria de Imprensa
Publicada por F@F em 29.10.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.