Header Ads

Delegado e advogados são alvos de operação por suspeita de cobrarem vantagens indevidas

Também se constatou que dois advogados atuantes em Teixeira participaram de negociações espúrias com o delegado

Prisões ocorrem nesta terça-feira (Foto: Ilustrativa)
João Pessoa (PB) - A Polícia Civil da Paraíba deflagrou nesta terça-feira (14) a “Operação Fianza” e cumpre mandado de prisão preventiva e mandados de busca e apreensão expedidos pela Comarca de Teixeira. Um dos delegados de polícia de Teixeira é suspeito de  cobrar vantagem indevida e apropriar-se de bens apreendidos quando da lavratura de autos de prisão em flagrante.

A investigação, que durou aproximadamente três meses, constatou a prática dos crimes, o que culminou com a expedição de mandado de prisão contra o delegado e decretação de medidas cautelares diversas da prisão contra os advogados, além da expedição de mandados de busca e apreensão para as suas residências e para as residências das pessoas beneficiadas pelos crimes.

Também se constatou que dois advogados atuantes em Teixeira participaram de negociações espúrias com o delegado, tendo ambos oferecido dinheiro ao delegado para que seus clientes fossem beneficiados.

O delegado – cuja identidade não será revelada por causa do segredo de justiça imposto ao processo – abordava os presos, parentes e advogados para que lhe pagassem algum valor indevido com o fito de baixar o valor a ser pago a título de fiança, o que configura o crime de corrupção passiva.

O delegado será custodiado na Central de Polícia de João Pessoa, à disposição da justiça.

Do Wscom
Publicada por F@F em 14.12.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.