Header Ads

Grávida de gêmeas é executada com tiro na cabeça mas crianças são salvas

Crianças foram salvas após cirurgia de emergência. Marido da vítima seria o alvo principal dos suspeitos do crime

Ana Carolina foi morta a tiros (Foto: Reprodução)
João Pessoa (PB) - Ana Carolina Alhende Aquino, que estava grávida de nove meses de gêmeas, foi executada enquanto estava dentro do carro, em Ponta Porã-MS, cidade que fica na divisa entre o Brasil e o Paraguai, na noite desta sexta-feira (24).

Conforme informações da Polícia Civil, a vítima estava no carro, junto do marido, que seria o principal alvo dos suspeitos. Segundo o Boletim de Ocorrência, a grávida foi atingida com um tiro na cabeça.

Ela foi levada ainda com vida para o Hospital Regional de Ponta Porã. Lá, os médicos realizaram uma cirurgia de urgência para a retirada das filhas, que nasceram de 36 semanas. Elas nasceram saudáveis e estão fora de perigo. A mãe, no entanto, não resistiu aos ferimentos e faleceu. O pai foi atingido por um tiro de raspão em um braço, mas também não corre perigo de vida.

Segundo testemunhas, o casal estava dentro de um carro quando os suspeitos chegaram em outro veículo e iniciaram os disparos. Esse carro parou ao lado das vítimas, um homem desceu, sacou a arma e apontou em direção ao casal. Nesse momento o marido de Ana Carolina acelerou o veículo na tentativa de fugir. Foram realizados oito disparos.

Do Polêmica Paraíba
Publicada por F@F em 26.12.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.