Header Ads

Companheiro confessa assassinato de brasileira que teve o corpo encontrado em Bariloche

Eduarda Santos de Almeida, de 27 anos, deixa dois filho; casal tinha histórico de violência doméstica e psicológica

Eduarda foi assassinada (Foto: Reprodução/Facebook)
Rio de Janeiro (RJ) - Em audiência realizada na sexta-feira, Fernando Alves Ferreira foi preso após confessar ter matado a brasileira Eduarda Santos de Almeida, de 27 anos. Na quarta-feira, ela foi encontrada morta por uma turista em uma trilha na região de Circuito Chico, em Bariloche, na Argentina. O corpo da vítima tinha hematomas e nove marcas de tiros no corpo.

Natural de São Paulo, Fernando é pai de dois filhos de Eduarda. O Ministério Público argentino trata o caso como feminicídio e já o considerava o principal suspeito pelo crime. O juiz de garantias Sergio Pichetto autorizou a abertura do inquérito com prazo de quatro meses para o processo, revelou o jornal 'El Cordillerano'. Fernando cumprirá prisão preventiva durante o período de investigação. 

De acordo com a apuração do impresso argentino, a relação do casal era marcada pela violência de gênero e abusos psicológicos e econômicos. "Gostaria de receber apoio psicológico e me declaro culpado pela morte de Eduarda Santos. Sou responsável. Não planejei, mas tive a opção, considerando que minha vida estava em perigo. Desculpe, mas minha vida veio em primeiro lugar", disse Fernando. 

Ainda de acordo com a reportagem, a promotoria aponta que o crime aconteceu na última terça-feira, quando o casal deixou a casa de carro em direção ao mirante do Lago Escondido. No local, ele teria efetuado ários disparos com uma arma de fogo e acertado seis tiros na mulher. O corpo foi encontrado na manhã do dia seguinte após o alerta feito por uma turista.

De O Dia
Publicada por F@F em 21.02.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.