Header Ads

INQUÉRITO DAS MILÍCIAS! Moraes autoriza uso de provas contra Bolsonaro

Bolsonaro é investigado por um suposto vazamento de informações sigilosas em suas redes sociais

Ministro Alexandre de Moraes (Foto: Reprodução)
João Pessoa (PB) - O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), emitiu uma decisão na tarde desta terça-feira (08) onde autoriza o compartilhamento de provas do inquérito sobre o vazamento de dados sigilosos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelo presidente Jair Bolsonaro.

A decisão de Moraes atende a um pedido da Polícia Federal, que solicitou investigações sobre a atuação de uma milícia digital contra a democracia e as instituições. No documento, o ministro relaciona ainda as condutas das supostas milícias com outros inquéritos apurados de sua própria relatoria.

“Verifico a pertinência do requerimento da autoridade policial, notadamente em razão da identidade de agentes investigados nestes autos e da semelhança do modus operandi das condutas aqui analisadas com as apuradas nos Inquéritos 4.874/DF e 4.888/DF, ambos de minha relatoria”, disse.

Bolsonaro é investigado por um suposto vazamento de informações sigilosas em suas redes sociais. As investigações da Polícia Federal apontam que esse vazamento tinha como intenção descredibilizar a urna eletrônica. O presidente foi intimado para depor na PF sobre esse caso pelo próprio STF no fim do mês passado, mas não compareceu.

Do MaisPB com O Antagonista
Publicada por F@F em 08.02.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.