Header Ads

Configuração de partidos na PB após ‘dança das cadeiras’ para as Eleições 2022

Levantamento parcial aponta que, com a janela partidária, dos 36 parlamentares da ALPB, pelo menos 21 trocaram de legenda para concorrer nas urnas

Várias lideranças mudaram de partido, conforme levantamento do Blog Sony Lacerda (Foto: Abdias Pinheiro/TSE)
João Pessoa (PB) - Sem coligações para a disputa proporcional, os deputados estaduais promoveram uma verdadeira dança das cadeiras nessa janela partidária. Dos 36 parlamentares, pelo menos 21 trocaram de partidos. O levantamento é do Blog Sony Lacerda; veja abaixo todo os nomes.

Nessa conta, entra Manoel Ludgério, que deixou o partido de origem – PSD -, mas até o fechamento desta matéria ainda não se sabia onde foi se abrigar.

Também falta confirmar se Doda de Tião (PTB) e Edmilson Soares (Podemos) também trocaram de partido ou ficam onde estão. Eles não divulgaram informação. É certo que não vão disputar mandato este ano.

Segundo apuração do Blog, na conta acima não estão incluídos os suplentes no exercício do mandato.

O partido que mais abocanhou parlamentares foi o Republicanos, comandado pelo deputado federal Hugo Motta: filiou cinco. Já tinha um parlamentar na Casa – Jutay Menezes – e, agora, soma seis.

Mas a maior bancada fica com o PSB, partido do governador João Azevêdo. O partido tinha sete deputados. Perdeu três para o PT – Cida Ramos, Estela Bezerra e Jeová Campos. Mas filiou quatro. Agora, soma oito assentos.

A janela partidária também provocou o “desaparecimento” de três partidos na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB): o Avante – sensação das eleições de 2018 -, Patriota, e PRTB. Também marca a chegada de dois: União Brasil – Taciano Diniz – e PSD – Felipe Leitão.

O Podemos, caso o deputado Edmilson Lucena tenha permanecido, ainda “respira”. Ele é um dos quatro parlamentares que desistiu da disputa. Vai apoiar o filho Tanílson Soares.

Outros três deputados não vão disputar: Doda de Tião, Érico Djan e Jeová Campos.

Já Raniery Paulino, Ricardo Barbosa e Estela Bezerra lançaram pré-candidatura a deputado federal. Com as eleições deste ano, se confirmadas as candidaturas e as desistências nas convenções, a ALPB terá, no mínimo, uma renovação de 22% nas cadeiras.

TROCARAM DE LEGENDA

Cida Ramos – PT

Estela Bezerra – PT

Adriano Galdino – Republicanos – atual presidente da ALPB

Manoel Ludgério – ?

João Gonçalves – PSB

Branco Mendes – Republicanos

Wilson Filho – Republicanos – Líder do Governo

Jeová Campos – PT

Anderson Monteiro – MDB

Tião Gomes – PSB

Taciano Diniz – União Brasil

Felipe Leitão – PSD

Anísio Maia – PSB

Júnior Araújo – PSB

Raniery Paulino – Republicanos

Cabo Gilberto Silva – PL

Bosco Carneiro – Republicanos

Érico Djan – MDB

Moacir Rodrigues – PSC

Eduardo Carneiro – Solidariedade

Walber Virgulino – PL

PERMANECEM NO MESMO PARTIDO

Ricardo Barbosa – PSB

Jane Panta – Progressistas

Jutay Menezes – Republicanos

Hervázio Bezerra – PSB

Inácio Falcão – PCdoB

Camila Toscano – PSDB

Tovar Correia Lima – PSDB

Buba Germano – PSB

Pollyanna Dutra – PSB

Caio Roberto – PL

Galego de Souza – Progressistas

Chió – Rede

Dra Paula – Progressistas

Edmilson Soares – Podemos (ainda em aberto)

Doda de Tião – PTB (ainda em aberto)

DESISTIRAM DE DISPUTAR ELEIÇÕES

Jeová Campos – PT

Doda de Tião

Edmilson Soares

Érico Djan – MDB

PRÉ-CANDIDATOS A DEPUTADO FEDERAL

Estela Bezerra – PT

Ricardo Barbosa – PSB

Raniery Paulino – Republicanos

Cabo Gilberto Silva – PL

Do Portal Correio
Publicada por F@F em 02.04.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.