Header Ads

Suspeita de atropelar e matar motoboy presta depoimento e é liberada pela Polícia

A condutora fez o teste do bafômetro e o exame confirmou que ela não tinha ingerido bebida alcoólica

Acidente ocorreu em João Pessoa (Foto: Reprodução)
João Pessoa (PB) - A mulher suspeita de atropelar e matar o motoboy Bruno Batista Barros, de 28 anos, foi ouvida na tarde deste sábado (14) na Central de Flagrantes, na Central de Polícia em João Pessoa.

Ao Portal MaisPB, a Polícia Civil informou que após o depoimento, a motorista foi liberada para responder em liberdade.

O advogado da mulher afirmou que ela transitava com o sinal verde e disse que a cliente deixou o local com medo da represália.

A condutora fez o teste do bafômetro e o exame confirmou que ela não tinha ingerido bebida alcoólica. 

Câmeras de segurança vão auxiliar nas investigações. Ainda não há informações sobre o sepultamento da vítima.

O acidente

Um acidente de trânsito deixou um homem morto no final da manhã deste sábado (14) no Bairro dos Estados, em João Pessoa. Bruno Barros, de 28 anos, era motoboy e foi atingido por um carro conduzido por uma mulher. Um grupo de motociclistas ateou fogo no carro que teria provocado o acidente.

Coagida, a mulher se refugiou em uma concessionária de veículos na avenida Epitácio Pessoa, enquanto vários motociclistas faziam um protesto em frente ao local, acelerando suas motos.

Vídeos feitos no local do acidente mostram o grupo de motociclistas depredando o veículo da mulher e organizando o incêndio. O carro ficou completamente destruído pelas chamas.

Do MaisPB
Publicada por F@F em 16.05.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.