Header Ads

Atentado mata 90 pessoas na capital da Somália

Foi o 20º ataque deste tipo no país só em 2019. Desde a queda do ditador Siad Barré, em 1991, grupos terroristas e clãs regionais dominam territórios

90 pessoas morreram (Foto: G1)
Um atentado matou 90 pessoas neste sábado (28) na capital da Somália. Foi o 20º ataque deste tipo no país só em 2019.

O atentado não foi com um carro; foi com um caminhão-bomba. O violento deslocamento de ar retorceu o cruzamento em frente a um posto de controle. A explosão virou veículos e matou dezenas de pessoas.

Tudo aconteceu no começo do dia. Os terroristas aproveitaram o engarrafamento durante as revistas policiais. Pelo menos 90 pessoas foram socorridas e entupiram os hospitais.

Até agora nenhum grupo reivindicou o ataque. A suspeita cai sobre Al-Shabab. Esses terroristas costumam usar veículos explosivos. O atentado foi numa região altamente vigiada, o que aumenta a desconfiança de que o Al-Shabab tenha infiltrados na polícia.

Al-Shabab é um grupo ligado à Al Qaeda e preocupa a comunidade internacional. Esses terroristas foram expulsos de Mogadíscio em 2011, mas ainda atuam na capital. Al-Shabab controla outras regiões e disputa o poder numa Somália ingovernável.

Desde a queda do ditador Siad Barré, em 1991, grupos terroristas e clãs regionais dominam territórios. O governo reconhecido internacionalmente só controla parte do país.

Em 2020, a Somália tem as primeiras eleições em décadas e têm tudo para serem explosivas.

Do Jornal Nacional/Rede Globo
Publicada por F@F em 29.12.19, às 02h35

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.