Header Ads

'Sobrevivi à leucemia e virei médica para salvar pessoas com a doença', diz médica

Marina Aguiar chegou a ser desenganada por um médico por causa de um câncer. Curada, ela acompanha pacientes que tratam a doença em Brasília e se prepara para realizar seu primeiro transplante

Marina Aguiar se formou em Medicina e se especializou em transplantes para tratar pacientes com leucemia (Foto: Arquivo Pessoal/ BBC)
A médica Marina Aguiar, de 31 anos, dedica grande parte de seus dias aos cuidados de pacientes que fazem tratamento contra a leucemia, em um hospital de Brasília. Quem a vê saudável pelos corredores da unidade de saúde não imagina que ela também enfrentou a mesma doença, há mais de 10 anos, e chegou a ser desenganada pelos médicos.

A decisão de cursar Medicina surgiu quando Aguiar estava em tratamento contra a leucemia, aos 18 anos.

"Percebi a importância de médicos que acreditem na recuperação dos pacientes. Isso me motivou a querer ajudar pessoas que vivem algo semelhante ao que enfrentei", conta à BBC News Brasil.

Para ir atrás do sonho de se tornar médica, ela teve de abandonar o curso de Odontologia e enfrentar o temor dos parentes, preocupados com as dificuldades que a jovem, na época ainda em tratamento, poderia enfrentar.

Antes de conquistar o diploma, Aguiar enfrentou situações que a deixaram abalada: o tratamento não deu resultados, não houve doadores compatíveis de medula óssea e um médico não acreditava que ela sobreviveria.

"Fiquei triste muitas vezes. Mas sempre tentava acreditar que tudo daria certo em algum momento", diz Aguiar.
Ela considera que o diploma de Medicina é a sua maior vitória contra a doença.

EMOCIONANTE! Matéria completa, clique AQUI

Do G1
Publicada por F@F em 01.12.19, às 11h20

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.