Header Ads

VÍDEO! Empresário e ativista cultural trocam agressões por causa de som alto, em Guarabira

Por causa da troca de agressões o caso foi parar na delegacia e os dois prestaram esclarecimentos à autoridade policial, que encaminhará o caso à justiça

Leledo mostra agressões (Foto: Portal25Horas)
Uma briga por causa de som alto no centro da cidade de Guarabira, envolvendo vizinhos, acabou na delegacia. O fato ocorreu no começo da noite de terça-feira (10) e imagens de agressão foram divulgadas em redes sociais. Os envolvidos foram o empresário Clodomiro Frazão e o ativista cultural Valderedo Alexandre (Leledo).

Na manhã desta quinta-feira (12) o repórter Zé Roberto, da Rádio Constelação FM de Guarabira, deu detalhes da ocorrência, apresentando as versões deles, que mora na mesma rua, nas imediações da catedral de Nossa Senhora da Luz.

De acordo com entrevista de Leledo, em sua residência, onde também funciona uma oficina de restauração, e um sistema de som que será utilizado no projeto Café com Poeira estava sendo testado e equalizado, por volta das 18h. Incomodado com o som, Clodomiro foi até o local e reclamou do volume.

“Ele chegou aqui com toda a arrogância mandando baixar o som, dizendo que estava errado e tentei explicar que estaria concluindo em 10 minutos. Ele continuou com a arrogância em vez de pedir pra baixar, me chamou de cabra safado. Eu me irritei e mandei ele passear, foi quando ele me deu um murro, quebrou meu óculos e tive de reagir também, dando um murro nele”. Contou Leledo.

Ainda na entrevista, Leledo disse que foi ameaçado, mas que não utilizou objetos cortantes que existem na oficina porque reagiu na mesma proporção, desferindo-lhe um soco.

Procurado pelo repórter para apresentar sua versão, o empresário alegou que já faz alguns dias que se repete som alto na residência de Leledo, que ele já chegou em casa um pouco estressado justamente por causa de carro de som e foi pedir para ele baixou o som, quando houve a discussão, culminando com a troca de agressões. Clodomiro preferiu não gravar entrevista.

Por causa da troca de agressões o caso foi parar na delegacia e os dois prestaram esclarecimentos à autoridade policial, que encaminhará o caso à justiça.

Veja vídeo



Do Portal25Horas com Fato a Fato
Publicada em 12.03.2020, às 13h42

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.