Header Ads

Polícia prende suspeitos de duplo homicídio em Pirpirituba e assaltos em Belém

A prisão foi realizada pelas equipes da Delegacia de Belém e do Núcleo de Homicídios da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil (DSPC), com sede em Guarabira

Material apreendido com suspeitos (Foto: Polícia Civil)
Polícia Civil da Paraíba, por meio de trabalho realizado pela Delegacia de Belém, prendeu na quarta-feira, 19, dois homens suspeitos de roubos e tráfico de drogas na região. Além de aterrorizar a população com a prática de vários crimes desde o início do ano, os presos são os responsáveis por duplo homicídio ocorrido na cidade de Pirpirituba.

A prisão foi realizada pelas equipes da Delegacia de Belém e do Núcleo de Homicídios da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil (DSPC), com sede em Guarabira.

“Os presos já vinham sendo monitorados por nossa equipe de investigação, pois são responsáveis por crimes em várias cidades da região. Um deles já esteve preso em outra ocasião e o outro já tinha sido apreendido quando menor”, revelou o delegado Fábio Facciolo, da Delegacia de Belém.

Na casa dos suspeitos foram apreendidos celulares, drogas prontas para a comercialização e uma balança de precisão. Segundo o delegado, os suspeitos eram de Sertãozinho, mas estavam morando em Belém há cerca de três meses, onde praticavam tráfico de drogas e realizavam assaltos no comércio local. No dia 5 de agosto, assaltaram um mercadinho, de onde levaram cerca de R$ 4 mil e na sexta-feira, dia 7, assaltaram a casa lotérica da cidade, de onde levaram mais R$ 5 mil.

“Além desses crimes, eles tinham roubado uma moto em Pirpirituba no dia anterior e são apontados como os autores do duplo homicídio ocorrido também em Pirpirituba. Então, foram vários delitos cometidos pela dupla que também comandava o tráfico de drogas na cidade. Durante as investigações, com a análise de imagens de circuito interno dos locais assaltados e pela confirmação das vítimas, eles foram reconhecidos e representamos pela prisão, que foi deferida, e hoje conseguimos cumprir os mandados e tirá-los de circulação”, concluiu o delegado Fábio Facciolo.

Da Redação FontePB
Publicada por F@F em 22.08.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.