Header Ads

VEJA VÍDEO: Empresária é agredida e amarrada durante assalto em loja de biquínis

Vítima ficou trancada em um quarto da loja com as mãos amarradas e a boca tampada com fita. Ela conseguiu quebrar uma parede do local e pedir ajuda a um vizinho

Juliana foi agredida por assaltantes (Foto: Reprodução)
Cuiabá (MT) - Uma empresária de 28 anos foi agredida e amarrada por dois criminosos durante um assalto em uma loja de biquínis, no Centro de Cuiabá, nesse sábado (17). Os assaltantes fugiram levando R$ 5 mil em mercadorias, o carro da vítima e um aparelho de som.

CONFIRA: Empresária é agredida e amarrada durante assalto em loja de biquínis em Cuiabá; veja vídeo

As câmeras de segurança da loja registraram a ação dos criminosos.

Juliana Ribeiro contou ao G1 que ficou presa em um quarto com as mãos amarradas para trás e a boca tampada. Ao perceber que os suspeitos fugiram do local, ela quebrou a parede do cômodo e pediu ajuda a um vizinho.

“A todo momento ele me pedia para fazer transferência por pix e eu disse que não faria. Foi então que ele me levou para o provador, depois começou a me agredir, me levou para o fundo da loja, me amarrou e tapou minha boca com fita”, contou.

A vítima disse que sempre deixa a porta da loja trancada e que costuma atender somente mulheres. No entanto, um dos criminosos chegou no local informando que gostaria de comprar um biquíni para a mulher dele. Foi então que Juliana abriu a porta para atende-lo.

“Quando ele chegou eu perguntei o que era, porque, geralmente, não abro a porta para homens. Ele disse que queria comprar um biquíni para a esposa, então eu abri para atende-lo”, disse.

As imagens das câmeras de segurança mostram o momento em que Juliana conversa com o suposto cliente, mostrando os produtos da loja. Algum tempo depois, ele se aproxima da vítima, mostra uma arma e anuncia o assalto. O segundo suspeito entra no estabelecimento logo em seguida.

“Achei que eles me matariam, porque eu não iria fazer a transferência. Fiquei apavorada, com medo. Apesar do trauma que fica, agora estou bem”, relatou.

A empresária disse que teve ferimentos no queixo, penas e braços, mas não precisou de atendimento médico.

Até agora, apenas o carro da vítima foi recuperado.

A polícia informou que os suspeitos do assalto ainda não foram localizados.

Do G1
Publicada por F@F em 18.07.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.