Header Ads

Raoni dialoga com advogados de Coremas, Pombal e Sousa

Candidato a presidente da OAB-PB da oposição afirma que profissionais do Sertão não serão mais negligenciados

Raoni recebeu o apoio de vários advogados (Foto: Assessoria)
João Pessoa (PB) - O candidato de oposição pela Chapa Atitude OAB 10, Raoni Vita, seguiu a viagem pelo Sertão e visitou na quinta-feira (4) os municípios de Coremas, Pombal e Sousa. Ele dialogou com profissionais da advocacia, concedeu entrevistas e ainda participou de um evento que apresentou as propostas para a advocacia sertaneja. A agenda foi acompanhada pela candidata a vice-presidente, a advogada sertaneja Taísa Gadelha e por Bárbara Melo, candidata a vice-presidência da subseção Sousa.

No evento em Sousa, os advogados e advogadas se queixaram da ausência da Ordem na região e o abandono da classe e falaram de uma especie de Apartheid, uma segregação de acordo com a região do profissional. “Temos um Apartheid dentro da OAB da Paraíba. A realidade do litoral é muito distante da vivida pelos advogados do Sertão e seu gritar pela Ordem eu não sou ouvida. Isso tem dia e hora para acabar e só depende dos advogados", disse Taísa Gadelha, durante o encontro Atitude Sousa, que reuniu profissionais da região para apresentar e  debater propostas. 

Raoni afirmou que essa realidade vai mudar e todas as regiões serão comtemplados não sua gestão como presidente.  "Temos muitas pessoas qualificadas para desempenhar os papéis necessários dentro da OAB-PB e levar a representação da classe para todas as regiões. Pessoas com coragem para auxiliar e lutar por qualquer um que tenha suas prerrogativas violadas. Temos na Chapa Atitude OAB 10 um plano de ação que fará a diferença nos próximos três anos", afirmou Raoni.

A jovem advogada Ariana Almeida, que atua em Sousa, relatou as dificuldades que enfrenta no início de sua carreira e sua esperança na mudança da Ordem no Estado. "Eu costumo afirmar que o advogado sertanejo é acima de tudo um forte. Atuamos longe da sede da OAB e somos absolutamente desassistidos, embora sejamos indispensáveis para a Ordem e a justiça na Paraíba. Nos assusta a forma corriqueira como as nossas prerrogativas são violadas e não termos a quem recorrer. Esperamos que as propostas que Raoni e Taísa apresentaram aqui para os jovens advogados tornem-se reais e para isso vamos juntos, acreditando na Chapa Atitude OAB 10", disse.

Entre as propostas apresentadas por Raoni para mudar a realidade dos advogados estão: concurso para escolher os advogados que atuarão na defesa das prerrogativas, Escritórios Compartilhados na Capital e nas subseções  (coworking para possibilitar aos juristas estrutura adequada para atender clientes), uma cooperativa de crédito para a advocacia, Centro de Mediação e Arbitragem para garantir mais celeridade aos pleitos da sociedade, redução de custas e também garantir abertura do mercado de trabalho para a advocacia paraibana, entre outras. 

Da Assessoria de Imprensa
Publicada por F@F em 05.11.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.