Header Ads

Pastor acusado de passar “óleo ungido” em partes íntimas de fiéis é preso

Com base nas investigações, nos depoimentos e nas provas colhidas pela equipe de investigação, foi decretada pela Justiça a prisão preventiva do suspeito pelo crime de estupro de vulnerável

Pastor Lourival Santos de Andrade (Foto: Reprodução)
João Pessoa (PB) - Na cidade de Confresa, no interior do Mato Grosso do Sul, a Polícia Civil prendeu, na última quarta-feira (18), o pastor Lourival Santos de Andrade, de 42 anos, suspeito de abusar de mulheres.

O religioso usava como desculpa para cometer os crimes, que precisava passar “óleo ungido” nas partes íntimas das vitimas para “tirar magia negra”. Quatro mulheres denunciaram os abusos, sendo duas menores. O pastor morava em Cuiabá e cometia os crimes quando ia a Confresa realizar cultos.

Segundo informações do RD News o religioso era da Igreja do Evangelho Quadrangular até 2016, mas se desligou para fundar seu próprio ministério.

Lourival Santos de Andrade seguia o mesmo padrão na maioria dos casos. Ele passava o óleo no corpo das mulheres sob o pretexto de remover problemas espirituais. Elas eram levadas para um quarto onde o religioso cometia os abusos.

Com base nas investigações, nos depoimentos e nas provas colhidas pela equipe de investigação, foi decretada pela Justiça a prisão preventiva do suspeito pelo crime de estupro de vulnerável.

De O Fuxico Gospel com Polêmica PB
Publicada por F@F em 20.05.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.